A importância da linha de vida no trabalho em altura

Tags: linha de vida, trabalho em altura - Data: 26/02/2021

Se a sua empresa exerce atividades com altura acima de 2 metros de altura ou mais precisa conhecer as determinações da NR 35 para linha de vida para o trabalho em altura. Veja aqui.

A realização do trabalho em altura requer cuidados especiais para proteger e garantir a segurança dos trabalhadores. Por isso, a NR 35 estabelece a regulamentação do trabalho em altura com a utilização da linha de vida ou ponto de ancoragem.

Veja neste artigo o que está estabelecido pela NR 35 sobre a utilização da linha de vida como equipamento de segurança para o trabalho em altura e quais são os tipos de linha de vida.

 

O que é a linha de vida

?


A linha de vida é uma proteção contra quedas e acidentes, utilizado no trabalho em altura. De fato, são cabos de aço ou fitas presas ao cinto do trabalhador e ao ponto de ancoragem. Isto é, o profissional é sustentado pelo cabo, que fica preso na estrutura ou edifício.

Conforme a NR 35, que é a norma regulamentadora do Ministério do Trabalho, os sistemas de ancoragem servem para realizar as seguintes ações:

●       A retenção da queda;

●       A restrição da movimentação;

●       O posicionamento no trabalho;

●       O acesso por corda.

Ainda segundo essa norma, toda e qualquer atividade de trabalho em altura acima de dois metros do chão é de uso obrigatório as linhas de vida.

De acordo com a NR 35, só podem ser instaladas essas linhas de vida nos locais que foram previamente avaliados por um engenheiro civil ou mecânico. Depois dessa avaliação, deve ser contratado um profissional especializado para realizar a instalação.

Além disso, para manter a segurança e proteção dos trabalhadores em altura os sistemas de ancoragem em estruturas, devem ser testados (teste de carga), com no mínimo 1.500 kg, onde é emitido um laudo, por profissional habilitado atestando sua eficácia. Para os dispositivos de ancoragem deve ser seguido as orientações do fabricante, para instalação e uso. Desse modo, a ancoragem pode ter três formas de fixação:

●       Estrutura;

●       Estrutura integrante;

●       Dispositivo de ancoragem.

 

Saiba quais são os tipos de linha de vida 


A linha de vida pode ser encontrada do tipo móvel, fixa, vertical ou horizontal. Sendo que a sua utilização é definida por uma avaliação de um engenheiro civil ou mecânico, considerando os seguintes pontos:

●       A carga a ser suportada;

●       O tipo de serviço;

●       O conforto do trabalhador;

●       O tempo de execução do serviço.

As linhas de vida podem ser classificadas da seguinte forma:

Linha de vida móvel 
É um equipamento de uso flexível e adaptável, que pode ser montado de forma rápida a partir de pontos de ancoragem instalados antecipadamente.

Linha de vida fixa
Esse equipamento é usado para locais em que as atividades são permanentes, não havendo a necessidade de deslocamentos. Esse tipo é muito usado em beirais de fachadas e fachadas com cadeiras suspensas.

Linha de vida vertical
Essa linha de vida é um cabo ou trilho metálico para realizar a retenção de uma queda.  Normalmente, são usadas em escadas tipo mineiro e podem ser fixas ou móveis.

Linha de vida horizontal
Em geral são instaladas em carregamentos, telhados e manutenções de máquinas. Dessa forma, são utilizadas para que o trabalhador possa se movimentar com segurança no local.

 

Alpiend
Se você quer contratar o serviço de alpinismo industrial ou busca capacitação para se tornar um profissional desse setor, procure a Alpiend.

Localizada na Praia Grande, nossa empresa possui know-how e ampla experiência com prestação de serviços relacionados ao setor de alpinismo industrial. Nosso atendimento aos clientes e parceiros ocorre nos menores prazos observados atualmente no mercado industrial.

Os cursos oferecidos na Alpiend são certificados pela Irata (Associação Comercial de Acesso por Cordas Industrial).

Entre em contto com a nossa equipe e solicite um orçamento!

Últimas publicações